O impacto das redes sociais para o Brasil do Futuro !

Com o crescimento constante em conteúdo na internet em especifico nas redes sociais o brasileiro está focado em desenvolver-se de forma rápida, porem nestes canais a qualidade do conteúdo é algo subjetivo devido a argumentação aplicada da maioria dos temas sem nenhuma base cientifica ou dados concretos e números exatos para direcionar um verdadeiro aprendizado.
Brasileiro adora o mundo virtual, mas não tem maturidade e conhecimento para argumentar e defender ponto de vista pelo fraco estudo no tema proposto “ignorante” por isto discussões são facilmente direcionas em 95% dos casos para agressões pessoas e queda no nível com embasamento em criticas e achismo.
Se analisarmos o volume de publicações nos últimos meses chegaremos a números que apontam a realidade de um país sem perspectivas de futuro, sem planejamento, sem foco. As pessoas leem e não conseguem entender as propostas e mensagens enviadas nas entrelinhas do conteúdo.
1º. Facebook -> atinge considerados 64,82% da população.
2º. Youtube -> 26,04%
3º. Yahoo! -> presentam perguntas e obtém respostas de todos os tipos e com vários níveis de qualidade.
4º Twitter -> 1,36% dos acessos nacionais
5º Google+ -> 0,7% dos acessos
6º. Instagram -> 0,54%
7º. Haboo Brasil -> 0,47%
8º. Babbo -> 0,36%
9º. Bate papo UOL -> 0,35%
10º Linkedin -> 0,3%

* fonte dos percentuais: Central Express
O Linkedin -> Focado em profissionais e Negócios não devendo expor ideias políticas, religiosas e muito mais focado. Observe que o interesse é inferior, porem acredito que com a crise gerando mais pessoas disponíveis no mercado tem forte tendência ao crescimento, só espero que saibam se apresentar e entender o objetivo desta rede e não torne um facebook.
O que muitas pessoas não sabem é que existem empresas especializadas em mídias digitais e pesquisam constantemente as tendências e interesses dos usuários destas redes sociais, bem como o que estão escrevendo, pensando e vendo.
As 3 palavras que mais geram publicações em 2014 e 2015 são: Dilma, Lula e Petrobras.
Vários profissionais estão trabalhando e analisando como um jogo de quebra cabeça e tendências sobre falar o que você deseja ouvir.

Atualmente, estamos verificando com a Carne Fraca, agencias de publicidade verificando o impacto das noticias e agindo constantemente em desviar o foco principal.
Ex: Um shopping sofreu um grande incêndio e morreram 1000 pessoas, as empresas analisam se estão comentando sobre a culpa do shopping, culpa das instituições de fiscalização sobre segurança e planejamento para eventos críticos, comoção junto as pessoas feridas e perdas.
a) Se as redes sociais estiverem criticando a administração do Shopping e argumentando em culpa, as agências de analise pede para o shopping fazer um pronunciamento para apaziguar e tranquilizar os nervos.
b) Se as redes sociais estiverem criticando os órgãos competentes municipal, estadual e federal de fiscalização, em hipótese alguma a direção do shopping deve se pronunciar para não chamar o foco.
c) Se estiverem confusas e falando de todos, todos devem ficar quietos que rapidamente cairá outro problema que vão esquecer.
Para trabalharmos em mudanças focadas qual a importância da Rede Social, focar em temas específicos com o maior volume do tema e direcionando a um ponto isto tornará um impacto negativo ou positivo em um país como o Brasil que vive em redes sociais e teremos alguma resposta publica. Nos dias atuais ficamos correndo atras do rabo e nada é definido. #ficadica

 

About the Author

Alexandre Machado
Natural de uma pequena cidade Catarinense, residente em Araraquara-SP. Empresário, empreendedor desde os 17 anos, consultor de empresas que desejam alterar processos e implantar soluções de alta performance em diversos segmentos da economia. Com formação em estatística e tecnologia da informação com experiência de 25 anos, conhecedor de todos os estados brasileiros de suas grandes capitais até o interior, com experiencia em missões empresariais no exterior realizando transferência de tecnologia e conhecimento, sou especialista em saúde pública e privada. Fui professor de matemática financeira formando profissionais nas áreas de contabilidade, administração e processamento de dados. Ativo no 3o. Setor em Instituições Filantrópicas e um olhar diferente para fazer política em nosso país. Fundador e vice-presidente voluntário do ITEC (Instituto de Tecnologia de Araraquara) responsável pela criação e fomentar mão de obra na área através de eventos chamado Biz Games, palestras nas Universidades e aproximação entre as empresas e instituições de educação pública e privada Fui diretor de divulgação, Presidente e Vice Presidente voluntário da Sociedade Beneficente Escola do Mestre Jesus mantenedora do Centro de Convivência Social Maria Velho Temponi que atende 80 crianças no bairro Jardim das Hortênsias em Araraquara. Fui conselheiro do COMCRIAR – Conselho da Criança e Adolescente de Araraquara (CMDCA) defendendo políticas públicas e um mapeamento das crianças e adolescente da cidade. Atualmente desenvolvemos o canal de youtube BRFoco, site BRFoco e Grupo do Facebook BRFoco com objetivo de esclarecer, informar, trazer reflexão e educação para a sociedade livre. Filiado ao partido 30 NOVO, voltado para ideias em que o cidadão é o único gerador de riquezas e que precisamos de um Estado menor focado em educação básica, Saúde e segurança. "Se todo o homem tem a liberdade de fazer o que desejar,desde que não infrinja a igual liberdade de qualquer outro homem, então ele é livre para abandonar ligações com o estado - para recusar sua proteção e para se negar a custear seu suporte." Spencer

Be the first to comment on "O impacto das redes sociais para o Brasil do Futuro !"

Deixe uma resposta